Nenhum produto no carrinho.

Subtotal: R$0,00

Atendimento:

(31) 3486 2765

30%

Óleo Essencial de Citronela 10,1ml

Mais Imagens

Óleo Essencial de Citronela 10,1ml

Seja o primeiro a avaliar este produto

VALIDADE: 31/05/2019


Nome botânico: Cymbopogon winterianus 
Origem: 
Brasil 
Parte utilizada: 
Folhas 
Método de extração: 
À vapor 
Cultivo: 
Convencional 
Volume: 
10,1ml


Disponibilidade: Esgotei!

Preço: R$29,00

Preço Promocional R$20,30

Detalhes

A citronela é um capim originário da Ásia e hoje cultivado mundialmente devido ao interesse pela ação repelente de seu óleo essencial. 

Consiste em um óleo multiuso, que vai desde seu uso como repelente (pernilongos, baratas, pulgas, mosquitos), até em pragas agrícolas ou auxílio do controle de odores corporais desagradáveis, excesso de oleosidade e dores. 

ÓLEO ESSENCIAL DE CITRONELA PARA MICOSES CUTÂNEAS

As micoses cutâneas são infecções provocadas por fungos, e representam uma das queixas de maior prevalência realizada nos consultórios dermatológicos de todo o mundo.

O problema que também é conhecido como tinea ou dermatofitose, consiste em um caso sério de saúde pública no Brasil. A incidência desta infecção tem aumentado progressivamente nos últimos anos, particularmente em pacientes imunocomprometidos.

Um estudo realizado pela Universidade Federal da Paraíba demonstrou que o óleo essencial de citronela (Cymbopogon winterianus) é um antifúngico com potencial atuação para o controle das principais dermatofitoses que acometem humanos e também os animais.

Aplicado em testes in vitro contra Trichophyton rubrum, um tipo de fungo responsável por pelo menos 60% das micoses e com reconhecida resistência aos fármacos convencionais, o óleo essencial in natura inibiu o crescimento de todas as 16 linhagens testadas.

Para este estudo o valor da Concentração Mínima Inibitória (CIM) foi definido como a menor concentração de óleo essencial capaz de inibir 100% do crescimento fúngico. Todas as concentrações testadas (156, 312, 625 e 2500 μg/mL) conseguiram inibir fortemente o desenvolvimento de todas as cepas avaliadas, impedindo a formação do micélio (nome que se dá ao conjunto de filamentos emaranhados de um fungo), mesmo após 15 dias da aplicação.

Os fungos causadores de micoses são conhecidos como dermatófitos e caracterizam-se por se alimentar de queratina, por isso as micoses comumente aparecem em regiões específicas onde contenham pelos ou cabelos, pele, unhas, mãos e pés.

Os fungos pertencentes ao gênero Trichophyton caracterizam-se por possuírem um bom crescimento e podem penetrar na camada mais interna da pele, agravando o dano no hospedeiro. Portanto, alguns pesquisadores estão investigando o potencial dos óleos essenciais na inibição do crescimento micelial de fungos patogênicos, uma vez que a patogênese da doença depende do seu crescimento no locus da infecção.

A atuação antifúngica do óleo essencial de citronela envolve a inibição da síntese de enzimas extracelulares e o rompimento da estrutura da parede celular dos microrganismos, resultando em falta de citoplasma, dano à integridade e, finalmente, a morte do micélio.

O óleo essencial de citronela apresenta-se, portanto, como um potencial agente antifúngico para o desenvolvimento de novos medicamentos e aplicações no controle e proteção contra micoses, especialmente aquelas provocadas por fungos da espécie Trichophyton rubrum.

Este óleo é rico em aldeídos terpênicos e em concentrações elevadas pode causar irritações cutâneas. Para aplicação é obrigatório diluir esse óleo essencial, de forma que sua concentração não ultrapasse 30%. O teste de sensibilidade preliminar é sempre recomendado para aplicação.

REFERÊNCIAS:

FÁBIÁN LÁSZLÓ

BALDOUX, Dominique O grande manual da aromaterapia de Dominique Baudaux / Dominique Baudoux; [Tradução: Mayra Corrêa e Castro], Belo Horizonte: Editora Laszlo, 2018.

DA SILVA, Kenia Alves et al. Etiologia das dermatofitoses diagnosticadas em pacientes atendidos no Laboratório de Micologia Médica no Centro de Biociências da Universidade Federal de Pernambuco, entre 2014-2017. Revista Brasileira de Análises Clínicas. 2448-3877

DE OLIVEIRA PEREIRA, Fillipe et al. “Growth Inhibition and Morphological Alterations of Trichophyton Rubrum Induced by Essential oil from Cymbopogon Winterianus Jowitt Ex Bor” Brazilian journal of microbiology: [publication of the Brazilian Society for Microbiology] vol. 42,1 (2011): 233-42.

LANA, Daiane Flores Dalla et al. Dermatofitoses: agentes etiológicos, formas clínicas, terapêutica e novas perspectivas de tratamento. Clin Biomed Res. 2016;36(4):230-241

 

Propriedades:

- Analgésico 
- Anti-inflamatório 
- Antimicrobiano e antifúngico 
- Antimicótico 
- Anti-infeccioso 
- Antisséptico: útil para acne e controle de caspa 
- Desinfetante: útil para banheiros e canis 
- Desodorante: ameniza suor excessivo e combate odores desagradáveis nos pés e axilas 
- Desodorizante e refrescante de ambientes 
- Estimulante do sistema digestivo 
- Emenagogo 
- Cardiotônico 
- Febrífugo 
- Controla pragas agrícolas 
- Repelente de insetos


Emocional:

- Tônico geral e estimulante 
- Ameniza fadiga e cansaço 
- Antidepressivo 
- Anima emoções pessimistas 
- Freia raivas súbitas e ajuda a evitar conflitos provocados por estes estados


Perfumaria:

Nota de perfumaria: topo 
Persistência da nota inicial: média 
Descrição olfativa: cítrico, fresco e levemente frutal 


Segurança:

- Contraindicado para gestantes 
- Pode ser irritante para a pele. Faça o teste de sensibilidade. 
- Não utilize óleos essenciais puros sobre a pele. 
- Usar sempre em baixa dosagem. 
- Armazene longe do alcance de crianças. 
- Não exponha na região dos olhos. 
- Em caso de irritação, suspenda o uso e procure orientação médica. 
- A Laszlo não se responsabiliza pelo uso indevido dos produtos. 


Formas de uso:

Os óleos essenciais são matérias-primas, possuindo múltiplas aplicabilidades e formas de uso, que irão variar de acordo com a finalidade e benefício almejado. Procure sempre a orientação de um profissional qualificado para recomendação de posologia e uso adequado dos óleos essenciais. 


O ÓLEO MINERAL E SEUS DERIVADOS PREJUDICAM A ABSORÇÃO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS, PORTANTO, NÃO USE CARREADORES QUE CONTENHAM ESSAS SUBSTÂNCIAS. 


Antes de utilizar um óleo essencial sobre a pele, mesmo que diluído, realize o teste de sensibilidade. Aplique de 1 a 2 gotas da substância na parte interna do antebraço, e espere alguns minutos. Caso ocorra qualquer processo de sensibilização ou vermelhidão, lave a região em água corrente e suspenda o uso do produto. 


- AROMATIZAÇÃO: de 6 a 15 gotas em difusor de ambiente. De 1 a 2 gotas em colar aromatizador pessoal. De 3% a 5% em solução para borrifador (para cada 100ml de base, utilize de 66 a 120 gotas de óleo essencial). 

- INALAÇÃO DIRETA: de 3 a 6 gotas em água recém fervida ou vaporizador, direcionando o vapor para inalação. 

- COSMÉTICO: de 0,5% até 3% de diluição em base creme, gel ou óleo vegetal (Para cada 100ml de base utilize de 11 a 66 gotas de óleo essencial). 

- MASSAGEM: de 3% a 5% de diluição (para cada 100ml de óleo carreador utilize de 66 a 120 gotas de óleo essencial). 

- BANHEIRA E ESCALDA PÉS: Dilua de 6 a 12 gotas de óleo essencial em um copo com carreador com solubilidade em água, (sabão líquido neutro, mel, shampoo, etc.) misture e adicione na banheira. Para escalda-pés, use de 3 a 12 gotas na água, utilizando do mesmo processo de diluição em carreador, caso algum óleo possua ativos cáusticos. 


Conservação:

Os óleos essenciais são sensíveis à radiação UV, bem como a evaporação gradual dos seus constituintes. É importante manter os óleos essenciais em frascos escuros a temperaturas entre 5°C e 40°C. Guardar numa caixinha na geladeira, pode manter sua qualidade inalterada por mais tempo. 

Informação Adicional

Volume 10mL

Comentários

Queremos saber sua opinião

Apenas usuários registrados podem comentar. Por favor, identifique-se ou cadastre-se

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Comente: